Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.uricer.edu.br/handle/35974/221
Tipo de documento: Trabalho de Conclusão de Curso
Autor(es): Trindade, Cassiane da
Orientador(es): Brustolin, Angela Maria
Título principal: Saúde mental dos profissionais da atenção oncológica em cenário hospitalar
Publicação: 2019
Resumo: Introdução: As cargas de trabalho são elementos que interatuam dinamicamente entre si e o corpo do trabalhador, gerando processos de adaptação que se traduzem em desgaste como a perda total, ou parcial, das capacidades corporal e psíquica, englobando os processos em seu conjunto e que podem ocorrer no ambiente de trabalho aonde está inserida a enfermagem oncológica. Objetivos: Avaliar como um grupo de profissionais enfermeiros de uma unidade de atenção oncológica hospitalar, percebem a sua saúde mental no que se refere ao seu cotidiano de trabalho e, objetivos específicos: Identificar fatores do cotidiano do trabalho na atenção oncológica que podem interferir na saúde mental do profissional enfermeiro; Verificar quais estratégias de enfrentamento para possíveis impactos do trabalho na atuação do enfermeiro que trabalha em unidade de oncologia em cenário hospitalar. Metodologia: Trata-se de uma pesquisa qualitativa, descritiva e exploratória. A pesquisa foi realizada no período de outubro e novembro de 2019. Os colaboradores do estudo foram seis enfermeiros de uma instituição hospitalar pública localizada na região Norte do Rio Grande do Sul, que aceitaram fazer parte da pesquisa, através da assinatura do Termo de Consentimento Livre e Esclarecido (TCLE) e que atenderam aos critérios de inclusão do estudo. As informações foram coletadas por meio de uma entrevista semiestruturada, que foi gravada com auxílio de um gravador. As falas foram transcritas e analisadas através da análise de conteúdo temática, conforme Minayo, das quais emergiram três categorias: Fatores do cotidiano que podem interferir na saúde mental de enfermeiros que atuam em unidade oncológica; Os desafios de ser enfermeiro oncológico e a dificuldade de lidar com a morte dificuldade de lidar com a morte; Ser enfermeiro na Unidade Oncológica – Mecanismos de enfrentamento. Considerações Finais: Durante a pesquisa, ficou evidente a influência do trabalho sobre o comportamento dos enfermeiros, sendo está em alguns momentos fonte de prazer e em outros, fonte de sofrimento. Muitas das emoções e sentimentos experimentados pelos enfermeiros participantes estão diretamente relacionadas com sua individualidade enquanto ser humano e com a vivência profissional. Muitas das emoções e sentimentos experimentados pelos enfermeiros participantes estão diretamente relacionadas com sua individualidade enquanto ser humano e com a vivência profissional. Acredita-se que os mesmos precisam de cuidado multidimensional a fim de contribuir para a diminuição de seu sofrimento e a criação de ambiente saudável de trabalho e de atendimento ao paciente oncológico e sua família.
Abstract/Resumen: Introduction: Workloads are elements that interact dynamically between themselves and the worker's body, generating adaptation processes that translate into wear and tear as the total or partial loss of body and psychic capacities, encompassing the processes as a whole and that may occur in the workplace where cancer nursing is inserted. Objectives: To evaluate how a group of professional nurses from a hospital cancer care unit perceive their mental health regarding their daily work and specific objectives: To identify factors of daily work in cancer care that may interfere with health. mental health of the professional nurse; Verify which coping strategies for possible impacts of work on the performance of nurses working in an oncology unit in a hospital setting. Methodology: This is a qualitative, descriptive and exploratory research. The study was conducted from October to November 2019. The study collaborators were six nurses from a public hospital located in the northern region of Rio Grande do Sul, who agreed to be part of the research by signing the Free Consent Form. and Informed (IC) and that met the inclusion criteria of the study. The information was collected through a semi-structured interview, which was recorded with the help of a tape recorder. The statements were transcribed and analyzed through thematic content analysis, according to Minayo, from which three categories emerged: Daily factors that may interfere with the mental health of nurses working in an oncological unit; The challenges of being a cancer nurse and the difficulty of dealing with death Difficulty of dealing with death; Being a nurse in the Oncology Unit - Coping mechanisms. Final Considerations: During the research, it was evident the influence of work on the behavior of nurses, being in some moments a source of pleasure and in others, a source of suffering. Many of the emotions and feelings experienced by the participating nurses are directly related to their individuality as a human being and their professional experience. Many of the emotions and feelings experienced by the participating nurses are directly related to their individuality as a human being and their professional experience.
Assunto(s): Enfermagem
Saúde mental
Saúde do trabalhador
Enfermagem oncológica
Instituição: Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões
Sigla da Instituição: URI Erechim
Curso/Programa: Enfermagem
Departamento: Ciências da Saúde
Aparece nas coleções:Enfermagem

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Cassiane da Trindade.pdf317,69 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.