Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.uricer.edu.br/handle/35974/230
Tipo de documento: Trabalho de Conclusão de Curso
Autor(es): Schawinsky, Maykdyelli Flaviani
Orientador(es): Brustolin, Angela Maria
Título principal: Seguimento de pacientes transplantados renais: a vida após o procedimento
Publicação: 2019
Resumo: Introdução: Os rins são órgãos fundamentais para o funcionamento do organismo.O transplante de rim é um dos tratamento de escolha na Doença Renal Terminal. Tanto a sobrevida do enxerto quanto a do paciente transplantado renal vem decaindo nos últimos anos. Muitas dificuldades são encontradas pelo paciente após o transplante de rim, e o enfermeiro tem papel fundamental na continuidade da assistência a esses pacientes. Objetivo: Compreender como o paciente portador de Doença Renal Crônica se relaciona com o sistema de saúde após o transplante renal. Verificar a procura do paciente pós transplante de rim pelos serviços de saúde; identificar o principal serviços de saúde (público ou privado) e ou profissional que o paciente recorre nas suas buscas em saúde e conhecer a percepção do transplantado de rim em relação a assistência à saúde após o transplante. Método: Os participantes do estudo foram três portadores de Doença Renal Crônica que realizaram transplante renal há mais de um ano até a data da entrevista, residentes na cidade de Erechim, região norte do estado do Rio Grande do Sul. Após aprovado pelo Comitê de Ética, a pesquisa foi realizada no segundo semestre de 2019, através de entrevistas com o auxílio de um roteiro e gravador de voz. Após a coleta, os dados foram analisados com o método de Análise Temática. O estudo respeitou a Resolução 466/2012 e a resolução 510/2016. Resultados e discussões: Após a análise das falas, a apresentação dos resultados e discussões foram apresentadas em quatro categorias: A procura do paciente pós transplante de rim pelo serviço de saúde; Principais serviços de saúde que o paciente recorre; A percepção do paciente transplantado sobre o sistema de saúde e Paciente pós transplante: desafios para o sistema de saúde. Averígua-se que o paciente pós transplante renal realiza acompanhamento regular através de consultas na alta complexidade e mantém nesta sua referência para realizar suas buscas em saúde. Percebe nos serviços de saúde a alta demanda e uma boa qualidade de atendimento na alta complexidade, por outro lado, verifica-se que a Atenção Primária em Saúde e as Redes de Atenção à Saúde que tem referência na baixa complexidade não são satisfatórias. A formação do vínculo longitudinal, a integralidade da assistência e a humanização são pontuados como desafios para os serviços de saúde ao cuidado ao paciente após o transplante renal. Considerações Finais: É preciso que a gestão dos serviços de saúde, proporcione condições favoráveis para que a formação do vínculo longitudinal aconteça na Atenção Básica, principalmente a fixação dos profissionais e a capacitação em políticas públicas de humanização da assistência. A comunicação entre as Redes de Atenção à Saúde deve ser mais efetiva, considerando que o paciente é atendido pela alta complexidade, mas retorna para o convívio na sua comunidade inicial.
Abstract/Resumen: Introduction: The kidneys are fundamental organs for the functioning of the organism. Kidney transplantation is one of the treatments of choice in Terminal Renal Disease. Both graft and renal transplant patient survival have been declining in recent years. Many difficulties are encountered by the patient after kidney transplantation, and nurses play a fundamental role in the continuity of care for these patients. Objective: To understand how the patient with Chronic Kidney Disease relates to the health system after kidney transplantation. Verify the search for patients after kidney transplantation by health services; identify the main health services (public or private) and or professional that the patient resorts to in their health searches and know the perception of kidney transplant in relation to health care after transplantation. Method: The study participants were three Chronic Kidney Disease patients who underwent kidney transplantation for more than one year from the date of the interview, who lived in the city of Erechim, in the northern region of Rio Grande do Sul state. After approval by the Ethics Committee, this research was conducted in the second semester of 2019, through interviews with the help of a script and voice recorder. After collection, data were analyzed using the Thematic Analysis method. The study complied with Resolution 466/2012 and resolution 510/2016. Results and discussions: After analyzing the statements, the presentation of the results and discussions were presented in four categories: The search for patients after kidney transplantation by health services; Main health services that the patient resorts to; The transplanted patient's perception of the health system and the post-transplant patient: challenges for the health system. It is clear that the patient after kidney transplantation performs regular follow-up through consultations in high complexity and keeps this reference to perform their health searches. It is perceived in health services the high demand and good quality of care in high complexity, on the other hand, it is found that Primary Health Care and Health Care Networks that has reference in low complexity are not satisfactory. The formation of the longitudinal bond, the comprehensiveness of care and humanization are punctuated as challenges for healthcare services to patient care after kidney transplantation. Final Considerations: It is necessary that the management of health services provide favorable conditions for the formation of the longitudinal bond to happen in Primary Care, especially the setting of professionals and training in public policies for humanization of care. Communication between Health Care Networks should be more effective, considering that the patient is attended by the high complexity, but returns to socializing in their initial community.
Assunto(s): Enfermagem
Transplante de rim
Insuficiência renal crônica
Continuidade da Assistência ao Paciente
Instituição: Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões
Sigla da Instituição: URI Erechim
Curso/Programa: Enfermagem
Departamento: Ciências da Saúde
Aparece nas coleções:Enfermagem

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Maykdyelli Flaviani Schawinsky.pdf735,46 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.