Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.uricer.edu.br/handle/35974/231
Tipo de documento: Artigo Científico
Autor(es): Cachambu, Paula Gracieli
Orientador(es): Manfredini, Cibele Sandri
Título principal: O comportamento do recém-nascido internado na UTI neonatal quando exposto aos sons intrauterinos
Título(s) alternativo(s): Behavior of the newborn intern in the neonatal ICU when exposed to intrauterine sounds
Publicação: 2019
Resumo: O útero materno permite ao feto repouso e sono profundo, sendo que ainda dentro do útero, o feto já tem algumas experiências, as quais permitem que tenham lembranças da vida uterina após o nascimento. Objetivo de conhecer o comportamento do recém-nascido, internado UTIN, quando exposto ao som uterino. Trata-se de um estudo quase-experimental, com 7 RNs de 29 a 38 semanas, internados na UTIN, de setembro a outubro de 2019. Os participantes foram expostos ao som uterino. Foi verificado Frequência Respiratória, Frequência Cardíaca, Saturação de Oxigênio, aplicado escala da dor no recém-nascido e no lactente (NIPS) e avaliação dos estados de sono e vigília adaptada de Brazelton, antes e após a exposição do som uterino. Resultados: Identificou-se que após a exposição ao som uterino os RN apresentaram redução da FR e FC. A escala da dor apresentou significância estatística de p<0,05 após a exposição ao som, e a e avaliação dos estados de sono e vigília apresentou significância estatística de p<0,01 a p<0,05 após a exposição do som uterino. Conclusão: Com este estudo foi possível identificar que a aplicação do som uterino serve como técnica para auxiliar na redução da dor do RN e deixá-lo mais calmo e tranquilo.
Abstract/Resumen: The maternal uterus allows the fetus rest and deep sleep, still into the uterus, the fetus already has some experiences, the ones that allow them to have memories from the uterine life after born. General objective knowing the newborn behaviour, hospitalized UTIN, when exposed to the uterine sound. It has an almost- experimental study, with 7 new-borns from 29 to 38 weeks, hospitalized in the UTIN, September to October 2019. The participants were exposed to the uterine sound. It was verified the Breath Frequency, Hearth frequency, Oxygen Saturation, applied pain scale in the new-born and in the infant (NIPS) and evaluation of the sleep stages and the adapted vigil of Brazelton, before and after the uterine sound exposition. Results: it was identified that after the uterine sound exposition the new borns showed reduction of BF and HF. The pain scale showed significant statistics from p 0.05 after the sound exposition, and the evaluation of the sleep stages and adapted vigil, showed significant statistics of p 0,01 o p 0,05 after uterine sound exposition. Conclusion: with this study it was possible to identify that the application of the uterine sound can be used as technique to help in the reduction of the pain in the new-born and keep them calmer and quieter.
Assunto(s): Enfermagem
Recém-nascido
Neonatologia
Instituição: Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões
Sigla da Instituição: URI Erechim
Curso/Programa: Enfermagem
Departamento: Ciências da Saúde
Aparece nas coleções:Enfermagem

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Paula Gracieli Cachambu.pdf1,02 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.