Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.uricer.edu.br/handle/35974/327
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisorGiotto, Olivo Tiago-
dc.contributor.authorRigo, Talissa Rodrigues-
dc.date.accessioned2021-04-12T18:31:05Z-
dc.date.available2021-04-12T18:31:05Z-
dc.date.issued2019-
dc.identifier.urihttp://repositorio.uricer.edu.br/handle/35974/327-
dc.description.abstractThe fourth industrial revolution brought numerous social, technological and environmental changes that eventually influenced management style within organizations. Thus, it is sought that professionals, especially those in leadership positions, are alert to develop skills beyond techniques, behavioral, including emotional intelligence. Given this premise, this study sought to identify the relationship between Emotional Intelligence and Leadership through a systematic review through a qualitative methodology with descriptive and exploratory bias. The study followed three stages: conceptual search, compilation and selection. Data were searched in the Scopus, Wiley Online Library of Web Science databases, during the months of May and June 2019, using as keywords the search, leadership, emotional intelligence and Leadership and Emotional Intelligence, considering the publications made. from 2014 to 2018. The results point to a strong association between IE and Leadership, understanding the former as an important skill in acting in team leadership positions. In addition, there was a need for further studies to bridge the gap between theory and practice regarding implications for the assessment and training of Emotional Intelligence in organizations.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.subjectAdministraçãopt_BR
dc.subjectInteligência emocionalpt_BR
dc.subjectLiderançapt_BR
dc.subjectOrganizaçõespt_BR
dc.titleInteligência emocional e liderança: revisão sistemáticapt_BR
dc.title.alternativeEmotional intelligence and leadership: systematic reviewpt_BR
dc.typeArtigo Científicopt_BR
dc.description.resumoA quarta revolução industrial trouxe inúmeras mudanças sociais, tecnológicas e ambientais que acabaram influenciando o estilo de gestão dentro das organizações. Com isso, busca-se que os profissionais, principalmente os que estão em cargos de liderança, estejam atentos a desenvolver habilidades além de técnicas, comportamentais, entre elas, a inteligência emocional. Diante dessa premissa este estudo buscou identificar a relação entre Inteligência Emocional e Liderança por meio de uma revisão sistemática através de uma metodologia qualitativa com viés descritivo e exploratório. O estudo seguiu três etapas sendo elas, busca conceitual, compilação e seleção. Os dados foram pesquisados nas bases de dados Scopus, Wiley Online Library of Web Science, durante os meses de maio e junho de 2019, utilizando como palavras-chaves para a busca, liderança, inteligência emocional e Liderança e Inteligência emocional, considerando as publicações feitas entre 2014 à 2018. Os resultados apontam para uma forte associação entre IE e Liderança, entendendo a primeira, como uma habilidade importante na atuação em cargos de liderança de equipes. Além disso verificou-se a necessidade de continuação de estudos que venham a sanar a lacuna existente entre a teoria e a prática, no que diz respeito a implicações na avaliação e treinamento de Inteligência Emocional nas organizações.pt_BR
dc.degree.grantorUniversidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missõespt_BR
dc.degree.initialsURI Erechimpt_BR
dc.degree.departmentCiências Sociais Aplicadaspt_BR
dc.degree.programEspecialização em Gestão Estratégica de Pessoaspt_BR
dc.degree.countryBrasilpt_BR
Aparece nas coleções:Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais Aplicadas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Talissa Rodrigues Rigo.pdf339,2 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.