Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.uricer.edu.br/handle/35974/336
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisorLangoski, Leandro Marcio-
dc.contributor.authorPicoli, Rodrigo-
dc.date.accessioned2021-04-12T18:35:17Z-
dc.date.available2021-04-12T18:35:17Z-
dc.date.issued2019-
dc.identifier.urihttp://repositorio.uricer.edu.br/handle/35974/336-
dc.description.abstractIn today's globalized and competitive world, centralization of power, lack of employee autonomy, and a hierarchical organization chart are characteristics that hamper the development of the vast majority of organizations. However, organizations need to simplify their processes and reduce costs, that is, they need to be bureaucratized, organized, agile and flexible to be competitive and to remain in the market. In the face of this, new tools or management styles are constantly emerging to improve processes, management, resource management, and so on. Amid so many forms of management comes Empowerment, which consists of a work approach that aims at delegating decision-making power and autonomy, which used to be only managers and administrators, to the employees, taking part in the decision-making process and assisting in the administration organizations. With this, the need arose to verify the peculiarities and the main impacts that the Empowerment tool has in the organizational environment. The purpose of this study is to highlight to the reader the importance of applying the Empowerment tool as a strategic tool in the decision-making process and in the management processes of the organizations' human resources and management. The study also aims to demonstrate the main advantages and disadvantages that the implementation of this form of management brings to the organizational environment. The methodology used in the elaboration of this article was the research and bibliographical review, seeking to carry out a retrospective, descriptive and qualitative study on materials already produced, such as: books, journals, articles, dissertations, theses, electronic media and other materials of note address the subject. Lastly, given the information and results obtained, it was possible to implement a participatory management system such as Empowerment, where employees can have decision-making power and autonomy in the performance of their activities, provided that before implementation of this tool, a large study and feasibility assessments will be carried out before applying it in an organizational environment, since the Empowerment tools and programs lack an adequate organizational context for their implementation in order to produce positive results for the work team and mainly, to the organization.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.subjectTomada de decisãopt_BR
dc.subjectAutonomiapt_BR
dc.subjectEmpowermentpt_BR
dc.titleA importância do Empowerment como uma ferramenta de gerenciamento e tomada de decisões nas organizaçõespt_BR
dc.title.alternativeThe importance of Empowerment as a tool for managing and decision-making in organizationspt_BR
dc.typeArtigo Científicopt_BR
dc.description.resumoNo atual mundo globalizado e competitivo, a centralização do poder, a ausência de autonomia dos funcionários e um organograma com vários níveis hierárquicos são características que dificultam o desenvolvimento da grande maioria das organizações. Porém, as organizações necessitam simplificar seus processos e reduzir custos, ou seja, precisam ser desburocratizadas, organizadas, ágeis e flexíveis para serem competitivas e se manterem no mercado. Diante disso, surgem constantemente novas ferramentas ou estilos de gerenciamento, a fim de melhorar os processos, a administração, gerir recursos. Em meio a tantas formas de gerenciamento surge o Empowerment, que consiste em uma abordagem de trabalho que objetiva a delegação do poder de decisão e autonomia, que antes era somente dos gestores e administradores, aos funcionários, tomando parte no processo decisório e auxiliando na administração das organizações. Com isso, surgiu a necessidade de verificar as peculiaridades e os principais impactos que a ferramenta Empowerment possui no meio organizacional. O presente estudo tem como objetivo geral evidenciar ao leitor a importância da aplicação da ferramenta de Empowerment como instrumento estratégico no processo de tomada de decisão e, na gestão dos processos gerenciais e de recursos humanos das organizações. O estudo visa também demonstrar as principais vantagens e desvantagens que a implantação dessa forma de gerenciamento traz para o ambiente organizacional. A metodologia empregada na elaboração deste artigo foi a pesquisa e revisão bibliográfica, buscando realizar um estudo retrospectivo, descritivo e de caráter qualitativo em materiais já produzidos, tais como: livros, revistas, artigos, dissertações, teses, meios eletrônicos e demais materiais de cunho acadêmico que abordam sobre o assunto tratado. Por fim, diante das informações e resultados obtidos verificou-se que, é possível a implementação de um sistema de gestão participativa como o caso do Empowerment, onde os funcionários possam ter poder de decisão e autonomia no desempenho de suas atividades, desde que antes da implantação desta ferramenta seja realizado um grande estudo e avaliações da viabilidade, antes de aplicá-la em um ambiente organizacional, pois as ferramentas e programas de Empowerment carecem de um contexto organizacional adequado para a sua implementação para então produzir resultados positivos para a equipe de trabalho e principalmente, para a organização.pt_BR
dc.degree.grantorUniversidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missõespt_BR
dc.degree.initialsURI Erechimpt_BR
dc.degree.departmentCiências Sociais Aplicadaspt_BR
dc.degree.programEspecialização em Gestão Estratégica de Finançaspt_BR
dc.degree.countryBrasilpt_BR
Aparece nas coleções:Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais Aplicadas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Rodrigo Picoli.pdf708,3 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.