Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.uricer.edu.br/handle/35974/396
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisorMaronesi, Caren Piccoli-
dc.contributor.authorGallina, Caroline Luísa-
dc.date.accessioned2022-02-01T13:45:49Z-
dc.date.available2022-02-01T13:45:49Z-
dc.date.issued2019-
dc.identifier.urihttp://repositorio.uricer.edu.br/handle/35974/396-
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.subjectFisioterapiapt_BR
dc.subjectCâncer de mamapt_BR
dc.subjectIncapacidade funcional do ombropt_BR
dc.titleAvaliação de funcionalidade e dor no ombro de mulheres acometidas por câncer de mama de um grupo de apoio às pessoas portadoras de câncer da cidade de Aratiba-RSpt_BR
dc.typeTrabalho de Conclusão de Cursopt_BR
dc.contributor.advisorcoRussi, Zequiela Cristiane-
dc.description.resumoO câncer de mama é uma neoplasia maligna, com maior incidência em mulheres, na maior parte do mundo, e pode ser considerada um relevante problema de saúde pública. Frente a isso, esse trabalho teve o objetivo de avaliar a incapacidade funcional do ombro e a dor de mulheres que realizaram tratamento para câncer de mama que participam da Associação Mãos Amigas (AMA)– Grupo de apoio às pessoas portadoras de câncer de Aratiba/RS, através dos seguintes objetivos específicos: Verificar quais são as atividades laborais exercidas pelas participantes do grupo AMA- Grupo de apoio às pessoas portadoras de câncer de Aratiba/RS.; Verificar quais foram os tratamentos para o câncer de mama realizados pelas participantes do grupo AMA; Verificar em qual das atividades exercidas: laboral ou de vida diária, as participantes apresentam maior dor e limitação funcional do ombro homolateral a cirurgia. A amostra foi composta por 10 participantes voluntárias do sexo feminino, com idade média de 61 anos que contemplarem aos critérios de inclusão definidos pelo estudo. Após a apreciação e aprovação do Comitê de Ética em Pesquisa da Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões (URI), Campus Erechim, foi usada a Ferramenta avaliativa Shoulder Pain and Disability Index (SPADI) que é um questionário de qualidade de vida desenvolvido para avaliar a dor e a funcionaldade do ombro em forma de entrevista. Os dados foram analisados por estatística descritiva utilizando percentual, média e desvio padrão. Foi observado através deste estudo que 60% da amostra eram agricultoras com predominância em hemicorpo direito com realização de tratamento na maioria delas mastectomia, linfadenectomia e radioterapia, a dor e a incapacidade funcional estão relacionadas com as atividades de trabalho. O valor da média do índice SPADI para incapacidade foi de 45,45 e 52,8 para dor.pt_BR
dc.degree.grantorUniversidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missõespt_BR
dc.degree.initialsURI Erechimpt_BR
dc.degree.departmentCiências da Saúdept_BR
dc.degree.programFisioterapiapt_BR
dc.degree.countryBrasilpt_BR
Aparece nas coleções:Fisioterapia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Caroline Luísa Gallina.pdf775,56 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.