Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.uricer.edu.br/handle/35974/400
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisorCamera, Fernanda Dal’Maso-
dc.contributor.authorWitter, Jamila Menegat-
dc.date.accessioned2022-02-01T13:51:37Z-
dc.date.available2022-02-01T13:51:37Z-
dc.date.issued2019-
dc.identifier.urihttp://repositorio.uricer.edu.br/handle/35974/400-
dc.description.abstractIntroduction: Chronic kidney disease is a slow, progressive and irreversible decrease in renal function. Patients with chronic kidney disease have changes in different systems, which leads to a significant change in quality of life. The practice of physical activity makes them more independent and functional. Objective: To evaluate the benefits of outpatient rehabilitation in chronic renal patients. Methodology: The sample consisted of 2 chronic renal patients, aged 35 and 47 years who undergo hemodialysis at the FHST of Erechim/RS. Outpatient rehabilitation was performed 2x / week for 3 months. The study was an experimental, longitudinal study with a qualitative and quantitative approach. The patients performed flexibility, balance, muscle strength and aerobic exercises. Data analysis was performed descriptively. Results: The study was attended by 2 individuals, one female and one male. The training HR of both patients was observed to be 60 to 80% of HRmax. There was an improvement in functional capacity, flexibility, balance, degree of physical activity, muscle strength, range of motion and quality of life when compared pre and post rehabilitation. Conclusion: It was concluded that outpatient rehabilitation for chronic renal patients was extremely important, where patients had several benefits thus improving their physical and emotional condition.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.subjectFisioterapiapt_BR
dc.subjectInsuficiência renal crônicapt_BR
dc.subjectExercícios aeróbicospt_BR
dc.subjectReabilitação metabólicapt_BR
dc.titleBenefícios da reabilitação ambulatorial em pacientes renais crônicospt_BR
dc.typeTrabalho de Conclusão de Cursopt_BR
dc.description.resumoIntrodução: A doença renal crônica é uma diminuição lenta, progressiva e irreversível das funções renais. Os pacientes com doença renal crônica apresentam alterações em diferentes sistemas, o que leva a uma significativa alteração na qualidade de vida. A prática de atividade física torna-os mais independentes e funcionais. Objetivo: Avaliar os benefícios da reabilitação ambulatorial em pacientes renais crônicos. Metodologia: A amostra foi composta por 2 pacientes renais crônicos, com idade de 35 e 47 anos que realizam hemodiálise na FHST da cidade de Erechim/RS. A reabilitação ambulatorial foi realizada 2x/semana durante 3 meses. O estudo foi do tipo experimental, longitudinal de abordagem qualiquantitativa. Os pacientes realizaram exercícios de flexibilidade, equilíbrio, força muscular e exercícios aeróbicos. A análise dos dados foi realizada de forma descritiva. Resultados: O estudo foi composto por um paciente do sexo feminino e um do sexo masculino. Observou-se que a FC de treinamento de ambos os pacientes permaneceu de 60 a 80% da FCmáx. Verificou-se melhora na capacidade funcional, flexibilidade, equilíbrio, grau de atividade física, força muscular, amplitude de movimento e qualidade de vida quando comparado pré e pós-reabilitação. Conclusão: Concluiu-se que a reabilitação ambulatorial para pacientes renais crônicos foi de extrema importância, onde os pacientes apresentaram diversos benefícios melhorando assim a sua condição física e emocional.pt_BR
dc.degree.grantorUniversidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missõespt_BR
dc.degree.initialsURI Erechimpt_BR
dc.degree.departmentCiências da Saúdept_BR
dc.degree.programFisioterapiapt_BR
dc.degree.countryBrasilpt_BR
Aparece nas coleções:Fisioterapia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Jamila Menegat Witter.pdf1,9 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.