Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.uricer.edu.br/handle/35974/232
Tipo de documento: Trabalho de Conclusão de Curso
Autor(es): Fagundes, Sabrina Kamila
Orientador(es): Nothaft, Simone Cristine dos Santos
Título principal: Impactos de saúde de municípios gaúchos atingidos pela implantação da usina hidrelétrica de Itá
Publicação: 2019
Resumo: Introdução: A implantação de Usina Hidrelétrica (UHE), dá origem a impactos que correspondem às reordenações territoriais e socioambientais, tanto em relação às populações que são remanejadas, quanto também às migrações de trabalhadores para a construção e manutenção das usinas. Não apenas as populações que são deslocadas para a implantação dos empreendimentos hidrelétricos sofrem com os impactos gerados, mas também a formação de territórios alterados, onde as dinâmicas sociais, econômicas e ambientais são transformadas. Objetivo: analisar os impactos de saúde de municípios gaúchos atingidos pela implantação da Usina Hidrelétrica de Itá (UHEI). Metodologia: estudo do tipo quantitativo com desenho ecológico, tendo como área de abrangência os municípios gaúchos considerados oficialmente atingidos conforme os estudos de impacto ambiental pela UHEI, sendo eles Aratiba, Mariano Moro, Severiano de Almeida e Marcelino Ramos. Resultados: o período em que houve o maior número de classificações com o aumento da prevalência por município foi o posterior à construção, sendo em Aratiba as classificações C3 (doenças e agravos de notificação compulsória), C4 (câncer), C5 (acidente de trabalho), C6 (infecções sexualmente transmissíveis), C7 (doenças psicossociais e neuropsiquiátricas), C8 (violência), C9 (doenças associadas ao stress) e C10 (acidentes de trânsito), Marcelino Ramos C3 (doenças e agravos de notificação compulsória), C4 (câncer), C5 (acidente de trabalho), C6 (infecções sexualmente transmissíveis), C7 (doenças psicossociais e neuropsiquiátricas), C9 (doenças associadas ao stress) e C10 (acidentes de trânsito), Mariano Moro C3 (doenças e agravos de notificação compulsória, C4 (câncer), C6 (infecções sexualmente transmissíveis), C7 (doenças psicossociais e neuropsiquiátricas), C8 (violência), C9 (doenças associadas ao stress) e C10 (acidentes de trânsito) e Severiano e Almeida C3 (doenças e agravos de notificação compulsória), C4 (câncer), C6 (infecções sexualmente transmissíveis), C7 (doenças psicossociais e neuropsiquiátricas), C8 (violência) e C10 (acidentes de trânsito) . As doenças cardiorrespiratórias (C2) tiveram a maior prevalência no período correspondente ao da construção. Em contrapartida, a classificação correspondente às infecções sexualmente transmissíveis (C6), teve sua prevalência aumentada no período posterior à construção. Em relação aos atendimentos clínicos ambulatoriais, o período com o maior número de atendimentos foi posteriormente à construção e, por fim, os resultados apontam para uma elevação gradual dos atendimentos do enfermeiro de acordo com o período, sendo que após o término da construção da UHEI, foram maiores em todos os municípios atingidos, com concentração maior no município de Aratiba. Conclusão: Os impactos na saúde nos municípios atingidos pela Usina Hidrelétrica de Itá puderam ser identificados por meio da quantificação dos atendimentos clínicos ambulatoriais, atendimentos do enfermeiro da atenção básica, identificando as internações hospitalares e atendimentos de usuários com doenças e/ou agravos à saúde causados por fatores ambientais e/ou comportamentais na população nos períodos de estudo.
Abstract/Resumen: Introduction: The implementation of a hydroelectric power plant (HPP) gives rise to impacts that correspond to territorial and socio-environmental reordering, both in relation to the relocated populations, as well as migrations of workers for the construction and maintenance of the plants. Not only the populations that are displaced for the implementation of hydroelectric projects suffer from the impacts generated, but also the formation of altered territories, where social, economic and environmental dynamics are transformed. Objective: To analyze the health impacts of gauchos municipalities affected by the implementation of the Itá Hydroelectric Power Plant (UHEI). Methodology: quantitative study with ecological design, having as its coverage area the gaucho municipalities considered officially affected according to environmental impact studies by UHEI, namely Aratiba, Mariano Moro, Severiano de Almeida and Marcelino Ramos. Results: the period with the highest number of classifications with the increase in prevalence by municipality was after the construction, being in Aratiba the classifications C3 (diseases and diseases of compulsory notification), C4 (cancer), C5 (occupational accident). ), C6 (sexually transmitted infections), C7 (psychosocial and neuropsychiatric diseases), C8 (violence), C9 (stress-related diseases) and C10 (traffic accidents), Marcelino Ramos C3 (compulsory notifications and diseases), C4 (cancer), C5 (occupational accident), C6 (sexually transmitted infections), C7 (psychosocial and neuropsychiatric diseases), C9 (stress-related illnesses) and C10 (traffic accidents), Mariano Moro C3 (notifications and diseases) compulsory, C4 (cancer), C6 (sexually transmitted infections), C7 (psychosocial and neuropsychiatric diseases), C8 (violence), C9 (stress-related diseases) and C10 (traffic accidents) and Severiano and Almeida C3 (compulsory notifications and diseases), C4 (cancer), C6 (sexually transmitted infections), C7 (psychosocial and neuropsychiatric diseases), C8 (violence) and C10 (traffic accidents). Cardiorespiratory diseases (C2) had the highest prevalence in the period corresponding to the construction period. In contrast, the classification corresponding to sexually transmitted infections (C6), had its prevalence increased in the period after construction. Regarding outpatient clinical care, the period with the highest number of visits was after the construction and, finally, the results point to a gradual increase of the nurses' care according to the period, and after the completion of the UHEI construction. , were higher in all affected municipalities, with higher concentration in the municipality of Aratiba. Conclusion: The impacts on health in the municipalities affected by the Itá Hydroelectric Power Plant could be identified through the quantification of outpatient clinical care, primary care nurse care, identifying hospitalizations and care of users with diseases and / or health problems caused. environmental and / or behavioral factors in the population during the study periods.
Assunto(s): Enfermagem
Usina hidrelétrica
Impactos na Saúde
Instituição: Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões
Sigla da Instituição: URI Erechim
Curso/Programa: Enfermagem
Departamento: Ciências da Saúde
Aparece nas coleções:Enfermagem

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Sabrina Kamila Fagundes.pdf
  Restricted Access
502,75 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.