Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.uricer.edu.br/handle/35974/307
Tipo de documento: Trabalho de Conclusão de Curso
Autor(es): Deon, Cristiane
Orientador(es): Neumann, Angélica Paula
Título principal: As vivências da parentalidade adotiva na perspectiva de pais com filhos biológicos
Publicação: 2018
Resumo: O exercício da parentalidade é em si mesmo um momento complexo para os pais. Contudo, na situação em que estes vivenciam simultaneamente a parentalidade biológica e a adotiva, torna-se um momento ainda mais desafiador. Diante disso, esta pesquisa teve como objetivo investigar como é vivenciada a parentalidade adotiva na perspectiva de pais que já experienciam a parentalidade biológica. A pesquisa seguiu um delineamento qualitativo de corte transversal, do tipo exploratória, na qual se adotou o estudo de casos múltiplos como estratégia metodológica. Participaram da pesquisa, quatro casais de pais, casados ou em união estável, que vivenciam de forma simultânea a parentalidade biológica e a adotiva. Os resultados mostraram que as vivências da parentalidade adotiva na perspectiva de pais com filhos biológicos traz à família muito mais mudanças e adaptações comparadas com a parentalidade biológica. A partir dos discursos dos pais, notou-se que, embora eles tenham experienciado a parentalidade biológica, a chegada de um filho por adoção e a vivência da parentalidade adotiva é sentida de forma mais intensa.
Abstract/Resumen: The exercise of parenting is itself a complex time for parents. However, in the situation in which they simultaneously experience biological and adoptive parenting, it becomes an even more challenging time. Therefore, this research had as objective to investigate how is experienced the adoptive parenting from the perspective of parents who already experience biological parenting. The research followed a qualitative cross-sectional, exploratory type design, in which multiple case studies were adopted as a methodological strategy. Participated in the research, four pairs of parents, married or in stable union, who simultaneously experience biological and adoptive parenting. The results show that the experiences of adoptive parenting from the perspective of parents with biological children brings to the family much more changes and adaptations compared to biological parenting.
Assunto(s): Psicologia
Adoção
Parentalidade biológica
Parentalidade adotiva
Instituição: Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões
Sigla da Instituição: URI Erechim
Departamento: Ciências Humanas
Aparece nas coleções:Programa de Pós-Graduação em Ciências Humanas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Cristiane Deon.pdf551,15 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.